domingo, 21 de fevereiro de 2010

Carvão ecológico é alternativa no semiárido

O carvão vegetal tradicional produzido, em alguns casos, de forma clandestina e utilizando mão-de-obra escrava ou infantil, está ganhando um concorrente de peso.

É que, na Fazenda Caiçara, localizada no município de Tejuçuoca (CE), está surgindo a primeira unidade de fabricação de carvão ecológico do Norte e Nordeste.

Ou seja, a confecção de tabletes prensados onde os resíduos de carvão de churrascaria, caieiras, casca de coco e outros tipos de fibras são triturados.

O material recebe um aglutinante à base de fécula de mandioca, depois é prensado e colocado para secar, tornando-se tabletes, que foram denominados de briquetes de carvão.

O briquete de carvão vegetal, considerado correto e 100% natural, já consolidado no mercado europeu e norte americano, começa a disputar espaço nas prateleiras de algumas redes de supermercados e postos de gasolina do Ceará.

O carvão vegetal é feito de argila, cinzas e um sub-produto da mandioca, não faz fumaça e queima mais rápido e, o mais importante, preserva a natureza e dá vida ao meio ambiente.

Pelo método tradicional, são necessários dois metros cúbicos de madeira para produzir um metro cúbico de carvão.

Quatro quilos de briquete equivalem a dez quilos de carvão comum. Excelente para uso em churrasqueiras, fornos de pizzaria e de panificação. Substitui com eficiência a lenha e o carvão vegetal.

Vantagens:

alto poder calorífico (maior que a lenha e do carvão vegetal);
alta temperatura de combustão;
não produz labareda (não queima a carne);
queima por mais tempo mantendo uniforme a temperatura do forno ou da churrasqueira em regularidade térmica;
queima sem emitir fumaça nem odores desagradáveis;
produto higiênico, não suja as mãos nem o ambiente de trabalho;
fácil manuseio com menor espaço de estocagem;
vem com acendedor;
100% ecológico, não emitindo gases tóxicos como nos fornos de barros tradicionais.
não há necessidade de mexer ou abanar durante esse tempo. Mais informações no Diário do Nordeste.

Um comentário:

lelecofortaleza disse...

Gostaria de saber como posso manter contato com alguem da fábrica de carvão ecológico da FAZENDA CAIÇARA, em Tejuçuoca. Por favor quem tiver condições de me auxiliar no contato passar os seguintes endereços lelecofortaleza@bol.com.br e (87) 9917-8378 (celular da TIM) Alessandro almeida, Pernambuco.